Festa de Santo Antônio

Numa de nossas férias com amigos, fomos para Lisboa para a festa de Santo Antônio.

Ouvíamos muito falar das comemorações no dia do santo mais popular de Lisboa e foi com muita expectativa que escapamos uns dias do Rio para participar da festa.

A alegria dura muitos dias, praticamente todo o mês de junho, mas a noite de 12 para 13 de junho é um acontecimento sem paralelos.

É como se a cidade inteira se tornasse um imenso arraial.

Muitas bandeirinhas, muitas barraquinhas, muitos manjericos e, não pode faltar, muita sardinha.

Manjericos - Festa Santo Antonio Lisboa

A cidade cheira a sardinha nessa ocasião.

Não é uma sardinha como a que estamos acostumados a ver enlatadas. São sardinhas maiores, que assam na brasa em fogareiros nas calçadas e são servidas com uma fatia de pão. É assada inteira, com todas as partes dentro. E come-se assim mesmo, inteira.

Sardinhas

Na Avenida da Liberdade tem desfile de bandas e grupos que participam de concurso, como se fosse a nossa Sapucaí.

A cidade toda fica em festa para festejar o santo querido.

Eu não estava preparada para tamanha festa.

Saímos de casa, na Calçada do Duque, e rumamos para o elevador da Bica, perto do Largo de Camões.

Descemos pela rua dos trilhos, junto com o que parecia ser o mundo inteiro.

Depois que você entra na correnteza de gente, não há muita escolha para sair, temos que seguir o fluxo!

A música está em todo lugar. Músicas portuguesas com rimas por vezes um tanto ousadas.

E muita cerveja.

Conseguimos uma mesa armada por uma família que, como tantas outras, aproveita o dia da festa para trabalhar servindo sardinhas, linguiças, cerveja e sangrias.

A vantagem da mesa é que assim temos acesso ao banheiro da casa, pois o dia todo caminhando, dançando, bebendo e comendo, requer uma infra que, muitas vezes, não há.

Depois que conseguimos atravessar todo o caminho do elevador da Bica, chegando na Baixa, rumamos para a Alfama, que também estava apinhada de gente.

O bairro estava mesmo lindo, cheio de bandeirolas , palanques armados e muita alegria e música.

Foi uma experiência diferente. Gostei muito, mas não é para todo mundo.

Precisa gostar de multidão, que está em todo lugar, e caminhar muito ladeira acima e abaixo.

Esse ano iremos para outra festa popular. Vamos ao São João no Porto.

Depois conto como foi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s